Tia Nenzinha

Maria Madalena Oliveira Leite, a Tia Nenzinha, nasceu em Montes Claros em 1953 e, na data da entrevista, tinha 63 anos. Viveu praticamente toda a sua vida na zona rural de Montes Claros, em uma comunidade em que todos se conhecem e são amigos – a Comunidade Abóboras. Casou-se e teve cinco filhos. Tornou-se viúva e hoje moram com ela um de seus filhos, Carlinhos, uma de suas noras, Lena, e uma de suas netas, Luana.

Sua trajetória de vida é perpassada pelo trabalho com a terra, o qual iniciou ainda criança, com a mãe e com os avós. Formou-se no ensino médio, trabalhou na Prefeitura de Montes Claros e hoje, aposentada, dedica-se exclusivamente à agricultura e ao cuidado com a família. O plantio e o trabalho com a horta, bem como a venda de seus produtos – um pouco de tudo, como ela gosta de dizer – em feiras, restaurantes e supermercados da região, são as principais atividades de seu trabalho. Enfrentou a falta de credibilidade em relação ao seu trabalho, especialmente do marido, e ao longo de sua trajetória, engajou-se em movimentos de luta pela terra e pela igualdade de gênero, tendo sido o Grupo de Trabalho Gênero e Agroecologia seu principal espaço de formação.

Hoje, Tia Nenzinha é uma referência na luta pelos direitos da comunidade. É Presidenta da Associação de Moradores da Comunidade Abóboras, por meio da qual são feitas as reivindicações dos moradores perante os órgãos públicos e também perante a uma empresa situada na região.

 Mariana Patrus e Thaís Valério

Leia a biografia completa de Tia Nenzinha. Clique no centro da imagem para ampliar.